Reabertura desastrosa das fronteiras compromete turismo nas Maldivas, e agora?

As Maldivas estão mudando sua política de saúde e exigindo que os viajantes apresentem um certificado de teste negativo para Covid-19 na chegada. Não é novidade alguma para quem nos acompanha que essa fase iria chegar.

É bem isso mesmo que o título deste artigo anuncia. Imagina você : se as autoridades tivessem tomado as providências que, por exemplo, a Polinésia Francesa vem aplicando desde a reabertura de suas fronteiras? Provavelmente não tivessem que rever seus protocolos agora, já com um aumento expressivo de casos. E ainda, há o risco de fechamento de suas fronteiras, caso a pandemia não seja controlada.

Depois de reabrir suas fronteiras em 15 de julho, assim como Tahiti e Suas Ilhas – sem quaisquer restrições de saúde específicas para viajantes estrangeiros – as Maldivas agora são forçadas a impor restrições a fim de lidar com o aumento de casos de coronavírus.

Assim, todos os turistas devem apresentar um certificado de teste negativo para Covid-19 na chegada. Em seu site, o Ministério das Relações Exteriores chega até a solicitar aos viajantes:

“adiem [sua] estada nas Maldivas enquanto se aguarda a estabilização da situação da saúde e do transporte aéreo de e para o arquipélago” .

1000 novas infecções em 7 dias

Desde a reabertura dos empreendimentos turísticos, 29 funcionários locais e 16 estrangeiros deram positivo e foram colocados em isolamento nas instalações, segundo autoridades locais. E os números estão aumentando. Na semana passada, mais de 1.000 novas infecções foram registradas, elevando o número total de casos para 8003 até agora, para 29 mortes.

As Maldivas anunciaram a reabertura de suas fronteiras em 15 de julho, sem quarentena ou teste, após vários meses de fechamento para viajantes estrangeiros. Desde então, os hotéis também foram reabrindo, aos poucos, para receber os clientes. Objetivo: oferecer uma oferta completa aos viajantes até outubro próximo. Mas este próximo retorno ao normal pode ser adiado pelas novas restrições de saúde.

Muitas operadoras e agentes de viagens, nossos colegas do turismo, estão neste momento oferecendo opções de viagem e promoções para o destino. E agora ? Nossa recomendação é muita atenção, acompanhem as fontes oficiais de informação e sejam prudentes. É bem verdade que o número de casos aumentou no destino, segundo o Ministério da Saúde da República das Maldivas, então todo cuidado ainda é pouco.

A importância de tomar as medidas de prevenção certas, no momento certo e assim evitar a propagação do vírus é fundamental. Sempre reforçamos em nosso blog que a Polinésia Francesa vem tornando exatamente essas medidas mais e mais efetivas na vida dos moradores e visitantes das ilhas, desde dia 15 de julho, podemos dizer então que é um exemplo a seguir.

Quando pensar em um paraíso para visitar ou enviar seus clientes, pense em : As Ilhas de Tahiti.

Fonte : Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Saúde da República das Maldivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × quatro =