França: quais são as tendências para a primavera e o verão de 2024?

A ADN Tourisme divulgou essa semana um resumo das tendências de atendimento de abril a agosto de 2024.

Se a primavera foi impulsionada pelo feriado de 8 a 12 de maio, o número de turistas reduziu com o mau tempo. O verão parece bastante esperado, apesar das incertezas particularmente ligadas aos Jogos Olímpicos, de acordo com o relatório econômico da ADN Tourisme e com disparidades territoriais. De acordo com as informações divulgadas, a Região Sul deverá ter um desempenho melhor do que o Norte da França.

” No próximo verão estaremos com grupos de Norte a Sul na França. O turismo de memória é algo que focamos este ano com a comemoração dos 80 anos do desembarque, mas também os festivais da Região Sul da França, Avignon, Marseille, Cannes, Nice, Saint-Tropez, passando por Aix-en-Provence e tantas outras cidades e vilarejos. Não podemos esquecer do Sudoeste da França, a belíssima Toulouse e a cidade medieval de Carcassonne. Levaremos turistas e grupos não somente para Paris e os Jogos Olímpicos, mas estaremos por todo país”, afirma André Raynaud, responsável na agência Turismo Francês®
(B2B) focada no mercado brasileiro.

Turismo interno aumentou

A frequência doméstica manteve-se favorável no mês de Maio, graças ao fim de semana prolongado de 8 de maio e ao Dia da Ascensão. Este feriado de cinco dias foi “excepcional” para os clientes nacionais (+30% de atendimento), segundo a ADN Tourisme. Por outro lado, outros períodos apresentam queda face a 2023: fim de semana de Páscoa (-11%), férias escolares (-12%) mas também fim de semana de Pentecostes (-4%).

Já nos parques de campismo, a frequência aumentou 3% no período que vai do início de Abril à terceira semana de Maio, ao longo de um ano.

Desaceleração nas receitas internacionais

De abril a maio de 2024, o número de visitantes estrangeiros manteve-se estável, em comparação com o mesmo período de 2023. Por outro lado, os gastos destes viajantes aumentaram 9% (fonte: Observatório de gastos internacionais – France Tourisme Observation).

Muitos turistas, incluindo os brasileiros, estão evitando o destino, ou por conta dos preços elevados em passagem aérea ou até na acomodação. Estes acabam por escolher outros destinos próximos, como Itália, Espanha e Portugal.

No primeiro trimestre, o desempenho foi melhor. A França registou um aumento de atendimento internacional de 9% (fonte: Orange Flux Vision) e um aumento de gastos de 16% face ao mesmo período de 2023.

Qual efeito dos Jogos Olímpicos?

Em termos de chegadas aéreas, a evolução das reservas para França mantém-se positiva (+4,5% das reservas de junho a agosto, vs. verão de 2023). Sem contudo regressar aos níveis observados em 2019 (-7%), devido nomeadamente a um atraso nos clientes asiáticos.

Continua a ser difícil prever o efeito dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que deverá naturalmente ser mais acentuado em Ile-de-France. De momento, “63% dos residentes de Ile-de-France inquiridos afirmam que permanecerão em Paris durante o período dos Jogos Olímpicos”, incluindo 31% que desejam ficar por causa dos seus eventos. Além disso, 12% dos residentes não parisienses planejam ir para Ile-de-France durante os Jogos Olímpicos Paris 2024.

Metade (52%) dos destinos que participaram da pesquisa da ADN Tourisme em maio de 2024 “acreditam que a sua frequência aumentará ou será mantida”.

Se você está interessado e para mais informações, entre em contato com a Turismo Francês® para mais informações. www.turismofrances.com ou contato@turismofrances.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =