Les Bassins de Lumières em Bordeaux de © Culturespaces

O novo espaço cultural imersivo, traz a Bordeaux o “maior centro de arte digital do mundo”, foi inaugurado depois do previsto, devido à crise do coronavírus.

Les Bassins de Lumières, o novo site da Culturespaces de Bordeaux, abriu suas portas oficialmente no último dia 10 de junho, quase dois meses da data planejada de inauguração.

A abertura foi realizada “em conformidade com os padrões de saúde”, esclareceu o prefeito de Bordeaux em comunicado à imprensa: limitação do número de visitantes, reservas na Internet com horários agendados, uso da máscara obrigatória para visitantes e funcionários, gerenciamento de fluxo.

Primeira exposição : Klimt e Klee em 12.000 m² de superfície.

Para a inauguração, Les Bassins de Lumières apresenta obras dos pintores Gustav Klimt e Paul Klee projetadas, graças a 95 projetores de vídeo e 120 km de fibra ótica, em 12.000 m² de superfície em uma imponente base submarina, construída pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

O espaço, atípico e monumental, reúne quatro bacias hidrográficas de 110 metros de comprimento e 12 metros de altura, cruzados usando passarelas para incentivar a caminhada livre, enquanto trabalhos de som digital são projetados nas paredes e outros suportes são refletidos na superfície.

A organização privada Culturespaces, que administra este novo centro de arte digital, já opera uma dúzia de sites na França, incluindo o Atelier des Lumières em Paris, que foi reaberto hoje, 26 de maio.

Na primeira exposição de inauguração, obras de Gustav Klimt e Paul Klee.

Para mais informações, acesse o site > www.bassins-lumieres.com/en ou entre em contato conosco.

Fonte de imagens: Les Bassins des Lumières e ©Culturespaces.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + quinze =